Servidores lutam por uma saúde pública de qualidade

A administração desastrosa de quatro anos do governo de Rodrigo Rollemberg (PSB) se aproxima do fim. Durante o mandato, o socialista virou as costas para o funcionalismo público e para a população. Foram anos de perseguição e desrespeito. Foram anos sem saúde e sem dignidade no Distrito Federal. Rollemberg tentou calar a todos que denunciaram suas mazelas, mas não conseguiu.

O funcionalismo público no DF tem importante peso, sobretudo na economia. Apenas no governo local são mais de 153 mil servidores, entre ativos, aposentados e pensionistas. No entanto, Rollemberg parece não saber da importância dos trabalhadores públicos. A sua falta de diálogo e desmonte das estruturas tem feito com que muitos adoeçam. O assédio moral no ambiente de trabalho também faz com que muitos servidores sintam os seus empregos como um fardo.

Desde 1979, o SindSaúde esteve, e está, ao lado dos servidores. Não cessou sua luta durante esse governo e será assim com qualquer que seja o próximo governante. O sindicato acredita que é possível melhorar e seguirá mobilizado na defesa dos direitos do trabalhador da saúde.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.