Risco de desabamento: Defesa Civil interdita Casa da Mulher Brasileira

A recomendação de empresa especializada em edificações é que o local seja desocupado completamente a partir desta sexta-feira (13/4)

A Casa da Mulher Brasileira foi criada para prestar atendimento humanizado ao público feminino. O mesmo espaço integra serviços especializados para quem sofreu algum tipo de violência.

Construído pelo governo federal, o local oferece apoio psicossocial e conta com unidades: da Delegacia de Atendimento à Mulher; do Juizado Especializado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher; e da Promotoria Pública Especializada da Mulher, entre outras.

Inauguração
A Casa da Mulher Brasileira foi inaugurada em 2015, com a presença da então presidente da República, Dilma Rousseff (PT), e do governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB). À época, foi a segunda unidade do país aberta para acolher a população feminina em situação de vulnerabilidade.

Em setembro de 2016, uma tempestade derrubou parte do teto do prédio. Espaços do local ficaram alagados e a luz precisou ser desligada para evitar incidentes.

A CMB de Brasília tem 3,5 mil metros quadrados de área construída, além de capacidade para atender até 250 pessoas por dia.

A primeira das 27 unidades previstas nas capitais brasileiras foi aberta em 3 de fevereiro, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Fonte: Metrópoles

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.